25.8.10

Entenda o Projeto Akashi

" Investigando uma série de mortes suspeitas na alta sociedade européia, a jornalista Julie Paget vem à procura de uma testemunha-chave refugiada em um paraíso tropical no Brasil. Quando chega, descobre que sua fonte também sofreu uma morte tão inexplicada e inquietante quanto as que investigava. No desenrolar dos fatos, conhece um grupo de pessoas que irá mudar sua vida e o seu conceito de realidade, apresentando-a a uma verdade muito mais complexa e excitante do que ela poderia imaginar existir. Suas armas: Conhecimento milenar, coragem e ousadia. Seu objetivo: confrontar um mito."

Sempre gostei de história e mitologia. Também antigas religiões e filosofia me fascinam. Gosto de tentar entender o ponto de vista de outras pessoas. Sempre procurando esses outros pontos de vista, conheci a obra de Carl Jung a respeito da alquimia e o trabalho do mitólogo Joseph Campbell. Ambos, fascinantes, fazem a ponte entre as idéias antigas e os dilemas modernos. O conjunto de conceitos fantásticos e atraentes parecia uma história de ficção. E procurando minha própria interpretação, eu acabei escrevendo uma história, sem a menor intenção de publicá-la, apenas pelo prazer da criação...

Algum tempo atrás iniciei um trabalho de pesquisa. Meu objetivo: entender como a Internet afeta o novo mundo onde vivo. Estruturas sociais, produtivas, políticas. Especulações e hipóteses várias com um ponto em comum. Comunicação.

Uma das questões práticas: na dita era da informação, como produzir e distribuir informação se os processos tradicionais estão sendo destruídos? A indústria da informação - música, cinema, software, livros - está em guerra. Por direitos legais, por mercado, por sobrevivência.

E quanto aos autores, os reais criadores da informação? Como usar a internet de maneira criativa, explorando novas possibilidades?

Eu precisava de um laboratório, um teste prático. Precisava de um autor inédito, e sem juízo o suficiente para confiar sua obra a um estranho. Nesse ponto, oito anos desapareceram. E da convergência – ou seria sincronicidade? - surgiu uma idéia.

Reescrevi aquela primeira história, de acordo com as novas necessidades. E da idéia surgiu ”Akashi”, o objeto de uma experiência radical de desenvolvimento e distribuição literária.

Somos homens de ciência e lógica, mas em épocas de grandes mudanças, nada como um pouco de magia.

Em um lance de sorte, o livro acabou sendo aceito pela editora Novo Século, que me convidou a participar da coleção “Novos talentos da literatura brasileira”.

Sorte de principiante.

Mas como principiantes têm que ser teimosos mantive o projeto original. Funciona assim: Faça o download do livro. “Inteiro?!”. É, inteiro. “Sem pagar nada antes?!”. É, sem pagar nada antes. Leia. Divirta-se. Se você gostar, você pode retribuir os meses de trabalho do autor das seguintes maneiras:

1. Compre um livro nas livrarias. Akashi está sendo vendido nas melhores livrarias do país. Impressão de qualidade por 15,90. Pelo menos na primeira edição, que costuma ser mais acessível. Excelente para presentear os amigos.
2. Compre um livro on-line aqui. Site seguro da Livraria Cultura.
3. Compre um livro direto do autor, autografado. Estoque limitado. O livro segue por correspondência registrada, rastreável pela internet. Quem sabe não vale uma fortuna daqui cinqüenta anos? ;-)

Vai dar certo? Boa pergunta. O número de pessoas que vai se aproveitar da minha “ingenuidade” vai ser maior ou menor que o número de pessoas que vai respeitar o trabalho do autor e incentivar essa nova idéia?

Não sei. Mas confio no meu futuro público. São gente boa.

Ah! E depois de ler, volte aqui! Me diz o que achou. Me ajude a escrever mais histórias. E mande o endereço dessa página para seus amigos, para que eles possam entender e participar dessa proposta.

Então, vamos, faça como os novos amigos que você irá conhecer agora. Faça o download do livro, diminua as luzes, sirva-se de uma bela taça de vinho e divirta-se.

Um abraço,
Andrei Puntel.

2 Comments:

At 10:01 AM, Blogger Leivison Dias said...

Não pude deixar de perceber que faz um bom tempo desde o lançamento do livro. Então como anda os resultados do projeto?

 
At 9:15 PM, Blogger ArteD Estudio said...

Parabéns Andrei!

Mas aproveito o momento faço-lhe uma pergunta.

Já pensou em adaptar seu livro para Quadrinhos? Criar uma versão para as HQs, as Histórias em Quadrinhos?

Bom! Deixo-lhe a pensar no prezado momento e se caso interesse entra em contato!

Marco Marins (marcomarinshq@gmail.com/artedestudio@gmail.com)

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

eXTReMe Tracker